Ajuda

O Livro

Puro e impuro

1 Chegaram então de Jerusalém alguns fariseus e outros dirigentes judaicos para se avistarem com Jesus:a
2 "Porque desobedecem os teus discípulos aos antigos costumes judaicos? Não acatam o nosso ritual de lavagem das mãos antes de comer."
3 Ao que Jesus respondeu:"E porque será que os vossos velhos costumes vão contra os mandamentos bem claros de Deus?
4 Por exemplo, a lei de Deus ordena: 'Respeita o teu pai e a tua mãe; quem amaldiçoar os seus pais morrerá.
5 Mas vocês dizem: 'Mesmo que os teus pais estejam a passar mal, podes dar a Deus o dinheiro que seria para o sustento deles.
6 E assim, aproveitando-se de uma regra feita pelos homens, contrariam a ordem directa de Deus de que devem respeitar e cuidar dos vossos pais.
7-9 Fingidos! Bem falou Isaías, há muito, a vosso respeito:'Este povo diz que me honra, mas o seu coração anda afastado. Os seus actos de adoração de nada valem porque eles ensinam leis feitas pelos homens "em vez de leis vindas de Deus.
10-11 Então Jesus gritou ao povo: "Escutem o que vos digo e procurem entender: Não é o que comem que vos torna impuros. O que vos suja são as vossas palavras e pensamentos."
12 Os discípulos disseram-lhe: "Escandalizaste os fariseus com aquela observação."
13-14 E Jesus: "Toda a planta não plantada por meu Pai será arrancada; portanto, não se preocupem com eles. São cegos condutores de cegos, e todos cairão no barranco."
15 Pedro pediu a Jesus que explicasse o que queria dizer aquilo de uma pessoa não ser contaminada pelo que possa ou não comer.
16-19 "Então não compreendem?", perguntou-lhe Jesus, "Não vêem que tudo o que se come passa pelo estômago e é lançado fora? Mas as palavras más saem de um coração mau e sujam quem as diz. Porque do coração vêm os maus pensamentos, mortes, adultérios, prostituição, roubos, mentiras e calúnias. Estas coisas é que contaminam.
20 Mas a pessoa não fica impura só por comer sem lavar as mãos."

A fé da mulher cananita

21 Jesus deixou então aquela parte do país e foi até Tiro e Sidom.
22 Uma mulher de Canaã que ali residia veio ter com ele, e pediu-lhe muito: "Tem pena de mim, Senhor, Filho do rei David! Porque a minha filha tem dentro dela um demónio que anda sempre a atormentá-la!"
23 Jesus não lhe deu resposta. Os discípulos começaram a insistir com ele para que a mandasse embora: "Diz-lhe que se vá; aquela lamúria incomoda-nos."
24 Jesus disse então à mulher: "Fui mandado a socorrer os judeus - as ovelhas perdidas de Israel - não os gentios."
25 Ela aproximou-se e adorou-o, suplicando novamente: "Senhor, ajuda-me!"
26 "Não está certo tirar o pão aos filhos e dá-lo aos cães", disse ele.
27 "É verdade, sim; mas até aos cachorrinhos debaixo da mesa se permite que comam as migalhas que vão caindo."
28 "Mulher, a tua fé é grande; o teu pedido foi satisfeito." E a filha ficou curada naquele mesmo instante.

Jesus alimenta quatro mil homens

29 Jesus voltou para o Mar da Galileia e, subindo a uma montanha, sentou-se ali.
30-31 Uma enorme multidão trouxe-lhe os coxos, cegos, aleijados, mudos e muitos outros, pondo-os diante de Jesus que os curou a todos. Pessoas que até ali não eram capazes de dizer uma palavra falavam agora com alvoroço; os aleijados recuperavam a saúde, os coxos andavam e saltavam, e os cegos tornavam a ver! A multidão, maravilhada, louvava o Deus de Israel.
32 Então Jesus chamou os discípulos para perto de si e disse: "Sinto pena desta gente, que há três dias está aqui comigo e já não tem nada que comer; não quero mandá-los embora com fome, não vão eles desfalecer pelos caminhos."
33 Os discípulos responderam: "E onde arranjaremos aqui num deserto o suficiente para sustentar tantas pessoas?"
34 "Que comida aí têm?""Sete pães e alguns peixinhos!"
35-38 Jesus ordenou a todo o povo que se sentasse no chão, e, tomando os sete pães e os peixes, deu graças a Deus, dividiu-os em pedaços e entregou-os aos discípulos, que os distribuiram pela multidão. E cada qual comeu até se fartar. Eram quatro mil homens, não contando mulheres e crianças. Quando as sobras foram recolhidas, sobejaram sete cestos cheios
39 Jesus mandou então o povo para casa e, entrando no barco, atravessou para Magdala.
© 2018 ERF Medien