Ajuda

O Livro

O pastor e o rebanho

1 "Todo aquele que recusa entrar no estábulo pela porta e que prefere esgueirar-se por cima do muro é certamente ladrão.
2 Porque o pastor, esse entra pela porta;
3 o guarda abre-lha, as ovelhas ouvem a sua voz e aproximam-se dele; ele chama as ovelhas pelo seu nome e leva-as para fora.
4 Depois de as ajuntar, ele caminha à sua frente e elas seguem-no, porque reconhecem a sua voz.
5 Se fosse um estranho, não o seguiriam; antes fugiriam dele por não lhe conhecerem a voz."
6-8 Aqueles que ouviram este exemplo não compreenderam o que queria dizer, e assim Jesus explicou: "Eu sou a porta das ovelhas. Todos os que vieram antes de mim eram ladrões e salteadores, mas as ovelhas não os escutaram.
9 Eu sou a porta. Quem entrar por mim salvar-se-á. E entrará, sairá e encontrará pastagens.
10 O ladrão só quer roubar, matar e destruir. Mas eu vim para dar vida, e com abundância.
11-13 Eu sou o bom pastor. O bom pastor sacrifica a vida pelas ovelhas. Quem é assalariado para guardar o rebanho foge quando vê vir um lobo. Ele abandona o rebanho porque não lhe pertencem e ele não é verdadeiramente o seu pastor. Assim o lobo salta sobre elas e espalha o rebanho. Tal homem foge porque é contratado e não se preocupa a sério com as ovelhas.
14-16 Eu sou o bom pastor e conheço as minhas ovelhas, e elas conhecem-me também, assim como meu Pai me conhece e eu conheço o meu Pai. E sacrifico a minha vida pelas ovelhas. Tenho ainda mais ovelhas que não estão neste curral. Preciso de as trazer também, e ouvirão a minha voz; e haverá um só rebanho e um só pastor.
17-18 O Pai ama-me porque dou a minha vida para poder tornar a recebê-la. Ninguém me pode matar sem o meu consentimento, é de livre vontade que dou a vida. Porque tenho o direito e o poder de a sacrificar quando quiser, e também o direito e o poder de a tornar a receber. Porque esse direito foi o Pai quem mo deu."
19 Quando disse estas coisas, os judeus ficaram novamente divididos nas suas opiniões acerca dele.
20 Alguns comentavam: "Ou tem demónio ou está doido. Para que serve dar-lhe ouvidos?"
21 Outros, porém, diziam: "Estas palavras não são de um homem dominado pelo demónio. Poderá um demónio abrir os olhos aos cegos?"

A descrença dos judeus

22-24 Era agora Inverno e Jesus encontrava-se em Jerusalém na altura das cerimónias da dedicação . Quando atravessava a parte do templo a que chamavam o alpendre de Salomão, os judeus rodearam-no e perguntaram-lhe: "Durante quanto tempo mais nos vais manter nesta incerteza? Se és o Messias, o enviado de Deus, di-lo claramente."
25-26 Jesus respondeu: "Já vos disse e não acreditaram. A prova está nos milagres que faço em nome de meu Pai, mas vocês não crêem em mim porque não pertencem ao meu rebanho.
27-29 As minhas ovelhas conhecem a minha voz, e eu conheço-as a elas, e elas seguem-me. Dou-lhes a vida eterna e jamais perecerão. Ninguém mas arrancará, porque meu Pai é quem mas deu. E sendo ele mais poderoso do que ninguém, pessoa alguma mas pode roubar.
30 Eu e o Pai somos um."
31-32 Então os dirigentes judaicos tornaram a pegar em pedras para o apedrejar. Jesus perguntou: "Por ordem de Deus fiz muitas obras boas. Por qual dessas obras querem agora matar-me?"
33 E responderam: "Não por qualquer obra boa, mas por ofensa a Deus; pois tu, um simples homem, afirmas ser Deus."
34-38 Jesus replicou: "Mas na vossa lei está escrito que Deus disse: 'Vocês são deuses' . Então, se as Escrituras, que não podem ser anuladas, dizem serem deuses aqueles a quem foi enviada a mensagem de Deus, como é que vocês agora afirmam que aquele que foi santificado e enviado ao mundo pelo Pai está a ofender Deus ao declarar: 'Sou o Filho de Deus'? Compreende-se que não acreditem em mim a não ser que faça as obras do meu Pai. Mas, já que as realizo, acreditem nelas, mesmo que não creiam em mim. Então ficarão convencidos de que o Pai está em mim, e eu no Pai."
39 Uma vez mais procuravam prendê-lo. Ele, porém, afastou-se e deixou-os.
40 Atravessou o rio Jordão até ao local onde João andara primeiro a baptizar, e muitos o seguiam. "João não fez milagres", diziam entre si, "mas realizaram-se todas as suas predições acerca deste homem." E ali muitos creram nele.
© 2017 ERF Medien