Ajuda

O Livro

Cântico dos descendentes de Coré."Para o director do coro.

1-2 Que todos os povos da Terra ouçam isto! Que todos os moradores da Terra, "grandes e pequenos, ricos e pobres, "prestem atenção às minhas palavras.
3 Elas serão ditas com sabedoria, "e serão o fruto de uma meditação feita com inteligência.
4 Direi, em cânticos, a solução "de um problema profundo da vida:
5 Não devo ter medo, quando chegam os dias de aflição, "mesmo quando rodeado da maldade dos que me querem mal!
6-7 Aqueles que confiam nas suas riquezas "e se gabam de tudo quanto possuem, "nenhum deles, de modo algum, "pode resgatar o seu próximo do castigo do pecado.
8 Uma alma é algo de valor tão elevado "que as fortunas da Terra inteira, juntas,
9  não seriam suficientes para comprar a vida eterna "e para livrar da morte.
10 Tanto os sábios como os ricos, os poderosos e orgulhosos, "terão de morrer, como toda a gente. E as suas riquezas serão para os outros.
11 Dão às propriedades que possuem, os seus próprios nomes, "porque pensam lá para si mesmos, "que serão deles e dos seus descendentes para sempre, "e que nunca deixarão de morar nelas.
12 Mas essas pessoas, apesar de toda a sua vaidade, "terão de morrer, como qualquer ser vivente!
13 Tal é o destino dos que confiam em si mesmos, "e dos que confiam nas suas próprias palavras.
14 A morte leva a humanidade toda "como um grande rebanho, do qual se alimenta. E depois, ao romper do dia, os rectos os dominarão; pois que a beleza deles acabará quando morrerem, "visto que não a podem levar consigo.
15 Mas quanto a mim Deus salvará a minha alma do poder da morte, "e me receberá.
16 Portanto, não desanimes quando homens sem Deus enriquecem "e alcançam grande prosperidade.
17 Porque quando morrem não levam nada consigo, "e o seu bem-estar não os acompanhará.
18 Ainda que em toda a sua vida se tenham tido por felizes, "e os outros os aplaudam por todo o bem que souberem fazer-se "a si mesmos,
19 contudo terão o fim que teve toda a gente antes deles: "a escuridão eterna.
20 Porque o ser humano, mesmo com toda a sua prosperidade, "terá de morrer como qualquer ser vivente.
© 2017 ERF Medien