Ajuda

O Livro

Provérbios de Salomão

1 Feliz é o homem cujo filho tem discernimento; mas a mãe dum desobediente é uma mulher bem triste.
2 Os ganhos obtidos irregularmente não podem dar felicidade segura; mas o viver com justiça livra da morte.
3 O Senhor não deixa ter fome a alma daquele que o serve, mas rejeitará os apetites do que recusa Deus.
4 O que trabalha com engano virá a empobrecer; os que trabalham com aplicação enriquecerão.
5 Um moço inteligente saberá juntar durante o Verão; mas que vergonha ver gente nova dormindo quando deveria estar a trabalhar!
6 O que anda na justiça cobre-se de bênçãos, mas os ímpios têm a boca cheia de violência.
7 Toda a gente se lembra com gosto dos que foram rectos, mas o nome dos que são rebeldes a Deus fica a cheirar mal, depois deles.
8 Uma pessoa inteligente fica contente quando lhe dão instrução, mas o que só tem conversas insensatas tornar-se-á um inútil.
9 Quem anda com integridade, anda seguro na vida, mas aquele que segue caminhos tortuosos virá a ser descoberto.
10 O fechar os olhos ao pecado só traz é tristeza, e o que anda sempre a dizer coisas sem inteligência não ficará sem castigo.
11 Há como que uma fonte de vida no que diz um homem recto, mas a boca dos maus está só cheia de violência.
12 O ódio reaviva velhas contendas, mas o amor passa por cima das ofensas.
13 As pessoas com bom senso são pretendidas como conselheiras, mas aqueles que o não têm virão a sofrer castigos, como se fossem delinquentes.
14 As pessoas com entendimento sabem moderar a língua, mas os loucos deitam pela boca fora o que só lhes causa tristeza e incómodos.
15 A riqueza do rico é a fortaleza dentro da qual se protege, enquanto que a pobreza dos pobres é a sua ruína.
16 Os ganhos do que anda com rectidão contribuem para a causa da justiça, mas o indivíduo ruim desbarata os seus no pecado.
17 Aquele que recebe de boa vontade a correcção está no caminho da vida, mas o que a recusa anda errado.
18 O que encobre o ódio é um hipócrita; o que difama o seu semelhante é um louco.
19 No muito falar há sempre grande risco de pecar, mas quem sabe refrear a sua língua é sensato.
20 Aquilo que diz uma pessoa recta é precioso como a prata, mas os pensamentos dos que se afastam de Deus não valem nada!
21 Os rectos podem dar conselhos a muita gente, mas os tolos arruinam-se porque não têm bom senso.
22 A bênção do Senhor é que enriquece; o nosso esforço nada lhe altera .
23 Para o louco, o praticar o mal é uma brincadeira, enquanto que o homem com entendimento tem alegria na sabedoria.
24 Os temores de uma pessoa má vêm a realizar-se; em contrapartida as esperanças do recto é Deus quem lhes dá cumprimento.
25 Quando as catástrofes rebentam, o revoltado contra Deus é levado; mas o que anda com justiça está bem fundamentado.
26 Um preguiçoso, para quem o emprega, é como o fumo para os olhos, como o ácido para os dentes.
27 A reverência pelo Senhor aumenta o tempo da vida; os que fogem de Deus não podem contar com uma vida duradoira.
28 A esperança do homem bom é felicidade eterna, mas as esperanças dos maus são em vão.
29 O Senhor protege os que andam no seu caminho; mas os que praticam a iniquidade serão destruídos.
30 O indivíduo recto nunca será abalado, mas os maus não ficarão na terra.
31 A boca do que anda com justiça quando se abre é para revelar sabedoria em abundância, mas a língua do que só sabe dizer maldades será cortada.
32 O que vive na justiça sabe falar aquilo que pode ajudar os outros, mas a boca da gente perversa está sempre cheia de coisas ruins.
© 2017 ERF Medien