Ajuda

O Livro

Esposas e maridos

1 Quanto às esposas, que aceitem a autoridade dos seus maridos; porque então se alguns recusarem ouvir o Senhor falar-lhes, que sejam ganhos pelo comportamento digno das suas mulheres, ainda que sem palavras,k
2 apenas considerando a vossa conduta pura e reverente.
3 Não estejam preocupadas quanto à beleza exterior, que consiste no arranjo dos cabelos, nas modas de vestuário ou nas jóias caras.
4 Que a vossa beleza seja sobretudo interior, feita do encanto permanente de um carácter terno e sossegado, o que é precioso diante de Deus.
5 Esse tipo de beleza era o das santas mulheres que confiavam em Deus e que eram submissas aos seus maridos.
6 Sara, por exemplo, sujeitava-se a Abraão, respeitando-o como chefe da casa. E se fizerem o mesmo estão a ser verdadeiramente suas filhas, e não terão nada a temer.
7  Vocês, maridos, igualmente devem tratar as vossas mulheres com consideração e respeito, tendo em conta a sua condição feminina. Lembrem-se de que partilharão com elas o privilégio da vida eterna. Caso contrário, as vossas orações não serão eficazes.
8 Finalmente, sejam unânimes, tendo os mesmos sentimentos, compreensivos, amando-vos, como irmãos na fé, com corações bem cheios de compaixão e de humildade.
9 Não paguem o mal com o mal, nem a injúria com a injúria. Pelo contrário, peçam que Deus abençoe esses que vos ferem, pois fomos chamadas para sermos bons para com os outros, e por isso, Deus nos abençoará, com o que nos prometeu.
10-12 "Se alguém ama a vida"e pretende ter muitos anos para ser feliz,então que tenha cuidado com a língua,"e que se guarde da mentira ue se afaste do mal, que pratique o bem,"que procure a paz e que seja constante nesse caminho s olhos do Senhor estão sempre a vigiar"para proteger a vida dos que se conduzem com justiça s seus ouvidos estão atentos quando chamam por ele as Deus vira a sua cara contra os que praticam o mal."

Fazendo o bem, ainda que sofrendo

13 Não vos farão mal se forem zelosos na prática do bem.
14 E sofrer por amor à justiça é um privilégio. Portanto não tenham medo desses, nem se perturbem,
15 mas deixem Cristo ser o Senhor exclusivo nos vossos corações, e se alguém vos perguntar a razão da vossa esperança, estejam sempre preparados para responder,"
16 com delicadeza e respeito. Tenham uma boa consciência; e se os homens falarem mal de vocês, virão eles próprios a ficar envergonhados por vos terem acusado falsamente, ao verificarem a vossa boa conduta em Cristo.
17 Lembrem-se de que, se Deus quiser que sofram, é melhor sofrer fazendo o bem do que fazendo o mal.
18 Cristo também sofreu. Ele morreu uma vez pelos pecados, o justo pelos pecadores, para levar-nos a Deus. Foi morto fisicamente e tornou a viver pelo Espírito.
19 E foi no Espírito que visitou e pregou aos espíritos em prisão,
20 os daqueles que já antes recusaram obedecer a Deus, apesar da paciência com que Deus esperava, enquanto Noé construia a arca, na qual apenas oito pessoas se salvaram da morte no dilúvio
21 E isto é uma figura do baptismo, que agora vos salva pelo poder da ressurreição de Jesus Cristo. Não se trata de uma lavagem física do corpo pela água, mas sim voltarmo-nos para Deus, pedindo-lhe que limpe as nossas consciências do pecado.
22 Portanto agora Cristo está no céu sentado no lugar de honra à direita de Deus, onde todos os anjos, autoridades e poderes celestiais lhe estão sujeitos.
© 2017 ERF Medien