Schließen
BibleServer is a donation based project by ERF Medien. 25 € will help us to secure next years funding.
Ajuda

O Livro

1 Dêem graças ao Senhor e invoquem o seu nome. Contem aos povos os seus feitos.
2 Cantem-lhe, cantem-lhe estes louvores, "e digam todas as suas maravilhas.
3 Dêem glória ao seu santo nome. Que todos rejubilem, aqueles que buscam o Senhor.
4 Procurem o Senhor, procurem a sua força, "e a sua face, continuamente.
5-6 Vocês, seus servos, descendentes de Israel, vocês, descendentes de Jacob, seus eleitos, "lembrem-se dos seus poderosos milagres, "dos seus maravilhosos feitos, "dos juízos da sua palavra.
7 Ele é o Senhor nosso Deus. A sua autoridade é reconhecida em toda a Terra.
8 Lembrem-se para sempre da sua aliança, "das palavras dos seus mandamentos, "dirigidos a milhares de gerações;
9-11 O seu acordo feito com Abraão, "o seu juramento feito a Isaque "que foi confirmado a Jacob. Prometeu a Israel, como promessa eterna: ""Dar-te-ei a terra de Canaã por posse".
12 Quando Israel era pequeno número -uns quantos apenas - "e uns simples estrangeiros na terra prometida
13 quando andavam de nação em nação, "de um reino para outro -
14 Deus nem por isso permitiu que alguém lhes fizesse mal. Os reis eram repreendidos por amor deles.
15 "Não façam mal algum ao meu povo escolhido", "declarou o Senhor. "Estes são meus profetas - não lhes toquem."
16 Fez vir um período de fome à terra de Canaã, privando-a de pão.
17 Deixou que José fosse vendido como escravo para o Egipto.
18 Os egípcios amarraram-lhe os pés com correntes, puseram-no a ferros.
19 Isto durou até ao momento em que a palavra do Senhor provou que ele tinha razão!
20 Então o rei mesmo o mandou chamar e o soltou.
21 Fê-lo responsável por toda a sua casa "e pô-lo como ministro da nação.
22 Podia, como entendesse, exercer a sua autoridade "sobre os grandes senhores do reino, e até instruir os seus próprios conselheiros.
23 E foi assim que Israel entrou e se radicou no Egipto.
24 Depois disso, o povo multiplicou-se espantosamente, a ponto de se tornar uma nação "maior ainda do que aquela no meio da qual vivia "e que a ia oprimindo.
25 Deus deixou que os egípcios aborrecessem profundamente os israelitas,"que os enganassem.
26 Então apareceu Moisés, "o qual, acompanhado de Arão, "Deus escolheu como seu representante.
27 E por seu intermédio fizeram-se prodígios fenomenais naquela terra.
28 Obedecendo estrictamente às ordens de Deus, "fizeram que densas trevas cobrissem todo o país.
29 As águas tornaram-se, por toda a parte, em sangue, "e não ficou um só peixe vivo!
30 E houve uma praga de rãs tal "como nunca se viu; "até as havia no palácio e nos aposentos privados do rei!
31 Depois foram as nuvens de moscas e outros insectos "que encheram o Egipto de uma ponta à outra.
32-33 A chuva mesmo se tornou, noutra ocasião, numa saraiva destruidora, "e raios queimaram a terra. "As vinhas, as figueiras, foram destruídas; "as árvores, por todo o lado, secaram, caíram.
34-35 À chamada de Deus acorreram bandos imensos de gafanhotos "e nuvens de pulgões, "que comeram tudo o que encontraram; "não escapou uma planta, um fruto de árvore, sequer!
36 Depois tirou a vida a todo o filho mais velho de cada família egípcia,"aquele que era o orgulho e a alegria de todo o lar dessa terra.
37 Mas quanto ao seu povo, tirou-os dali com toda a segurança, "carregados de ouro e prata, "e sem que houvesse entre eles um só doente.
38 Todo o povo egípcio se alegrou de alívio "quando os israelitas se foram, "porque se tinham enchido de terror por causa deles.
39 Quando fugiam, Deus estendeu sobre eles uma nuvem para os guiar, e que, durante o dia os protegia do calor escaldante, e de noite era como a luz dum fogo que os alumiava.
40 A certa altura pediram carne para comer "e o Senhor mandou-lhes codornizes, "e alimentou-os com o maná, o pão do céu.
41 Fez que uma rocha se abrisse "e dela jorasse água em grande abundância, "até formar como que um rio, "através de toda aquela terra desértica e estéril.
42 Porque se lembrou das sagradas promessas "que tinha feito a Abraão, seu fiel servidor.
43-44 E foi assim que fez, esses que tinha escolhido como seu povo, "entrarem cheios de ânimo e de alegria na terra prometida, dando-lhes um território até ali ocupado por gentes estranhas, "e comendo, de início, o que os outros tinham plantado.
45 Tudo isso foi-lhes feito para que viessem a ser fiéis "e obedientes às suas leis e mandamentos. Louvem o Senhor!
© 2016 ERF Medien