Schließen
BibleServer is a donation based project by ERF Medien.
25 € will help us to secure next years funding.
Ajuda

O Livro

1 "Estou cansado de viver.Deixem-me queixar livremente;"deixem-me exprimir a minha tristeza e amargura.
2 Direi a Deus: Não me condenes;"diz-me antes por que razão contendes comigo.
3 Parece-te realmente justo oprimires-me e desprezares-me,"a mim, um ser humano que tu criaste? E dar alegria e prosperidade ao malvado?
4 Tens tu uma mente carnal, como toda a gente?
5-7 Será a tua vida como a de um mortal, que me persigas"por pecados que sabes muito bem que não cometi? Será isso que ninguém me pode salvar das tuas mãos?
8 Tu criaste-me e mesmo assim destróis-me.
9 Oh, peço-te que te lembres que sou feito de terra"- irás fazer-me de novo em pó, assim tão depressa?
10 Tu já me tens andado a vazar de jarro para jarro, como leite,"e me coalhaste como queijo.
11 Juntaste-me os ossos, entreteceste os nervos,"revestiste-me de carne e de pele.
12 Deste-me vida, revelaste para comigo atenção e amor,"fui protegido pelos teus cuidados.
13-14 E afinal tinhas uma intenção bem definida,"que era, caso eu pecasse, de me destruir,"e recusar perdoar a minha iniquidade.
15  Portanto, à mais leve maldade, eu estava já liquidado! No entanto no caso de eu ser justo, isso não contava. Por isso me sinto totalmente frustrado.
16 Se começo a tentar erguer-me,"saltas sobre mim como um leão e rapidamente acabas comigo.
17 Renovas, sem cessar os teus testemunhos contra a minha pessoa"e derramas sobre mim um volume cada vez maior de ira. Para me atacar tens armas sempre novas e diferentes.
18 Porque foi então que me deixaste nascer? Porque não permitiste que morresse ao nascer? Teria assim evitado sofrer esta miserável existência. Teria simplesmente passado do ventre de minha mãe"directamente para o túmulo. Não vês tu como me fica pouco tempo para viver como queria? Oh, deixa-me em paz"para que possa ainda ter um momento de descanso"antes de partir para a terra das trevas, das sombras da morte,"para nunca mais regressar"- terra tão escura como noite cerrada sem luar,"terra do silêncio da morte onde não existe ordem ou lógica,"onde o clarão mais intenso em nada altera as trevas."
© 2016 ERF Medien