Schließen
BibleServer is a donation based project by ERF Medien.
25 € will help us to secure next years funding.
Ajuda

O Livro

A glória afasta-se do templo

1 De repente um trono de um lindíssimo azul de safira apareceu no firmamento, acima das cabeças dos querubins
2-5 O Senhor dirigiu-se ao que trajava de linho: "Vai por entre as rodas sob os querubins, pega num punhado de brasas acesas e espalha-as por sobre a cidade." Ele assim fez, enquanto eu olhava. Os querubins encontravam-se no extremo sul do templo quando o homem entrou. E a nuvem de glória encheu o pátio interior. Depois a glória do Senhor ergueu-se sobre os querubins e encaminhou-se para a porta do templo, o qual se encheu com a nuvem de glória, e todo o pátio ficou repleto com o resplendor da glória do Senhor. O som das asas dos querubins era a voz do Deus poderoso quando fala, e podia ouvir-se nitidamente no átrio exterior.
6-8 Quando o Senhor disse ao homem vestido de linho para avançar por entre os querubins e pegar nas brasas acesas entres as rodas, o homem foi e ficou ao lado de uma das rodas. Um dos querubins estendeu a mão (porque cada um tinha, sob as asas, algo de semelhante a mãos humanas), pegou nalgumas das brasas das chamas entre os querubins e pô-las nas mãos do homem de linho, que se afastou depois.
9-14 Cada um dos quatro querubins tinha uma roda junto de si -rodas giratórias, como as ouvi chamar, pois que cada roda tinha dentro de si uma segunda, atravessada; e tinham a cor de pedra de turqueza. Devido à construção dessas rodas, os querubins podiam andar sempre direitos, para a frente, para trás e para ambos os lados; não se viravam quando mudavam de direcção. Cada conjunto de rodas estava coberto de olhos, incluindo os raios e os aros que as revestiam. Cada um dos quatro querubins tinham quatro faces - o primeiro, como a de um boi; o segundo, de dum ser humano; o terceiro, de um leão; o quarto, de uma águia.
15-17 Eram os mesmos seres que eu vira junto ao rio Quebar. Quando se elevaram no ar, as rodas também se erguiam, e ficavam ao lado deles quando se deslocavam. Quando os querubins paravam, também as rodas, porque o espírito dos querubins estava nas rodas igualmente.
18-19 A glória do Senhor moveu-se desde a porta do templo e ficou por cima dos querubins. Enquanto eu olhava, os querubins foram, com as rodas junto deles, para a porta oriental do templo. A glória do Deus de Israel continuava sobre eles.
20 Estes seres vivos eram os que eu vira debaixo do Deus de Israel, junto ao rio Quebar. Verifiquei que eram os mesmos, porque cada um tinha quatro rostos e quatro asas, mais aquilo que se pareciam com mãos, sob as asas. Também as faces eram idênticas às que vira no rio, e voavam sem se virarem, tal como os outros.
© 2016 ERF Medien