Schließen
BibleServer is a donation based project by ERF Medien. 25 € will help us to secure next years funding.
Ajuda

O Livro

1 O rei Belsazar convidou mil dos seus nobres para um grande banquete; o vinho ali correu a jorros!
2 Numa altura em que Belsazar estava a beber, lembrou-se das taças de ouro e de prata que tinham sido trazidas, havia já muito tempo, do templo de Jerusalém para Babilónia, durante o reinado de Nabucodonozor.
3 Deu então ordens que essas taças sagradas fossem trazidas ali, para o banquete; depois, beberam por elas os governantes, as suas mulheres e as concubinas,
4 erguendo-as em sinal de louvor aos seus ídolos feitos de ouro, de prata, de cobre, de ferro, de madeira e de pedra.
5-6 De repente, enquanto bebiam por aquelas taças, viram uns dedos de mão de homem escrevendo no estuque da parede que estava em frente do castiçal. O próprio monarca viu os dedos a escreverem. Ficou lívido de terror, e de tal maneira que até os joelhos lhe começaram a tremer e não se aguentou mais nas pernas!
7 "Tragam cá os magos e os astrólogos!", gritou ele. "Tragam também os adivinhos! Quem for capaz de explicar o significado das palavras que ali estão na parede e de me interpretar o sentido daquilo será vestido com roupa de púrpura de dignidade real, ser-lhe-á posto um colar de ouro ao pescoço e tornar-se-á o terceiro na hierarquia dos chefes do reino!"
8 Mas quando os homens requeridos se apresentaram, nenhum foi capaz de compreender a frase escrita, e de esclarecer o seu sentido .
9 O rei ia-se tornando cada vez mais excitado; o seu rosto reflectia todo o terror que sentia; a sua corte estava igualmente extremamente perturbada.
10 Quando a rainha-mãe ouviu o que se estava a passar, correu até ao local do banquete e disse a Belsazar: "Acalma-te, ó rei, não fiques assim tão perturbado, com o rosto todo alterado.
11 Porque há um homem no teu reino que tem nele o espírito dos deuses santos. Quando teu pai vivia, esse homem foi reconhecido como sendo cheio de sabedoria e de inteligência, como se fosse ele próprio um deus. No reinado de Nabucodonozor, teu antecessor , foi nomeado chefe dos magos, dos astrólogos, dos caldeus e dos adivinhos de Babilónia.
12 Convoca agora esse homem, Daniel - ou Beltessazar, como o rei lhe chamava - porque o seu espírito está cheio de conhecimento e de inteligência superiores. É capaz de interpretar sonhos, de explicar enigmas e de achar a solução para os problemas mais complexos. Ele dir-te-á qual o significado dessa frase."
13-14 Daniel foi pois trazido à presença do soberano, que lhe perguntou: "És tu Daniel, que o rei Nabucodonozor trouxe de Israel como cativo judeu? Ouvi dizer que tens o espírito de deuses em ti e que estás cheio de entendimento e de uma inteligência iluminada.
15-16 Os meus sábios e os astrólogos tentaram perceber aquele escrito que ali está na parede, para me esclarecer sobre o seu sentido, e não foram capazes. Também me disseram que sabes explicar toda a espécie de mistérios. Se souberes interpretar-me aquelas palavras, vestir-te-ei com roupa de púrpura, por-te-ei um colar de ouro ao pescoço e serás o terceiro na hierarquia do poder, em Babilónia."
17 Respondeu Daniel: "Não pretendo os teus dons, ou então dá-os a outra pessoa. Contudo dir-te-ei o sentido daquela frase
18 Ó rei, o Deus altíssimo deu a Nabucodonozor, teu pai , um reino cheio de majestade, de honra e de glória
19 Deu-lhe tal majestade que todas as nações do mundo tremiam de medo perante ele. Matava quem lhe desagradava e favorecia aqueles de quem gostava. Conforme ele queria, engrandecia ou abatia.
20-21 Mas quando o seu coração se exaltou e o seu espírito se endureceu de orgulho, Deus removeu-o do trono real e tirou-lhe todo o fausto de que se rodeava; foi expulso do seu palácio e mandado para os campos. Os seus pensamentos e sentidos tornaram-se nos de um animal e passou a viver por entre jumentos monteses; comia erva como os bois, o seu corpo ficou húmido com o orvalho, até que por fim reconheceu que é o Altíssimo quem dirige os governos das nações; é ele quem designa quem quer para governar sobre elas.
22 E tu, seu sucessor, ó Belsazar, sabes bem isto tudo; mas não te tornaste humilde.
23 O Senhor dos céus foi ofendido quando trouxeste para aqui essas taças do seu templo; tu, os teus ministros mais as suas mulheres e concubinas beberam vinho por elas, enquanto davam louvores a deuses de ouro, prata, cobre, ferro, madeira e de pedra - deuses que nem vêem, nem ouvem, nem sabem coisa nenhuma. Não deste pois louvores ao Deus que te dá a própria vida e que controla o teu destino!m
24-25 Por isso Deus te mandou uns dedos que escreveram esta mensagem: Mene, Mene, Tequel, Parsin
26 E é este o significado: Mene quer dizer contado - Deus já determinou o número limite dos dias do teu reinado, que chegaram ao fim.
27 Tequel: quer dizer pesado - foste pesado na balança de Deus e foste achado em falta.
28 Parsin significa dividido - o teu reino será repartido e dado aos medos e aos persas."
29 Então Belsazar mandou que Daniel fosse vestido de púrpura, que lhe pusessem um colar de ouro no pescoço e que o proclamassem terceiro na hierarquia real.
30 Nessa mesma noite Belsazar, rei dos caldeus, foi morto; Dario, o medo , entrou na cidade e começou a reinar com a idade de 62 anos.
© 2016 ERF Medien