Schließen
BibleServer is a donation based project by ERF Medien.
25 € will help us to secure next years funding.
Ajuda

O Livro

O rei do Egipto ataca Jerusalém

1 Mas justamente quando Reboão estava no auge da popularidade e do poder, abandonou o Senhor; e o povo seguiu-o nesse pecado.
2 Como resultado, o rei Sisaque do Egipto atacou Jerusalém; era o quinto ano do reinado de Reboão.
3 O rei egípcio atacou-o com mil e duzentos carros de guerra, sessenta mil cavaleiros e um número incalculável de tropas de infantaria - egípcios, líbios, suquitas e etíopes.
4 Sem dificuldade conquistou as cidades fortificadas de Judá e logo se aproximou de Jerusalém.
5 O profeta Semaías foi ter com Reboão e com os líderes de Judá, que se tinham concentrado em Jerusalém, fugindo de Sisaque. E disse-lhe: "Assim diz o Senhor, 'Vocês abandonaram-me; por isso vos abandonei a vocês e vos entreguei nas mãos de Sisaque'."
6 O rei e os líderes de Judá confessaram então os seus pecados e exclamaram: "Deus tem razão em nos fazer isto!"
7-8 Quando o Senhor os viu humilharem-se, enviou novamente Semaías dizer-lhes: "Visto que se humilharam, não vos destruirei completamente. Alguns escaparão. Não usarei Sisaque para derramar a minha ira sobre Jerusalém. Contudo deverão ficar a pagar-lhe tributo. Assim dar-se-ão bem conta como é muito melhor servir-me a mim do que a ele!"
9-12 O rei Sisaque do Egipto conquistou pois Jerusalém e levou todos os tesouros do templo e do palácio, assim como todos os escudos de ouro de Salomão. O rei Reboão substituiu-os por escudos de bronze e entregou-os aos cuidados do capitão da sua guarda pessoal. Sempre que o rei ia ao templo, a guarda real trazia-os para os exporem e depois tornava a guardá-los. Sendo que o rei se humilhou, a ira do Senhor desviou-se dele e não permitiu a destruição total; de facto, mesmo após a invasão de Sisaque, ainda havia boas condições de vida em Judá.
13-14 O rei Reboão reinou dezassete anos em Jerusalém, a cidade que Deus escolhera de entre as outras cidades de Israel para lá estar presente. Tornara-se rei com a idade de quarenta e um anos; a sua mãe chamava-se Naamá, uma mulher amonita. Mas foi um mau rei, pois nunca se decidiu determinadamente a agradar ao Senhor.
15 A completa biografia de Reboão está registada nas crónicas escritas por Semaías o profeta e por Ido o vidente, e também no Registo de Genealogias. Houve guerras continuamente entre Reboão e Jeroboão. Quando Reboão faleceu foi enterrado em Jerusalém, e o seu filho Abião ascendeu ao trono.
© 2016 ERF Medien