Schließen
BibleServer is a donation based project by ERF Medien.
25 € will help us to secure next years funding.
Ajuda

O Livro

1 O profeta Jeú entregou ao rei Basha uma mensagem de condenação da parte do Senhor:
2-7 "Tirei-te do pó do chão", dizia a mensagem, "para te fazer rei sobre o povo de Israel; mas tu preferiste andar nos maus caminhos de Jeroboão. Fizeste pecar o meu povo e acendeste por isso a minha ira! Portanto destruir-te-ei e à tua família, tal como fiz com os descendentes de Jeroboão. Aqueles teus familiares que morrerem na cidade serão comidos por cães, os que morrerem nos campos serão comidos pelas aves." Esta mensagem foi-lhe enviada, a Basha e aos seus, porque irritou o Senhor com os seus pecados. Foi tão mau quanto Jeroboão a despeito do facto do Senhor ter destruído todos os descendentes de Jeroboão por causa da sua maldade. O resto da biografia de Basha - os seus actos e conquistas - está nas Crónicas dos Reis de Israel.

Elá é rei de Israel

8-10 Elá, filho de Basha, começou a reinar no vigésimo-sexto ano do reinado do rei Asa de Judá, mas reinou apenas dois anos. O general Zimri, que tinha a seu cargo o comando de metade dos carros de combate reais, conspirou contra ele. Um dia o rei Elá encontrava-se na casa de Arza, o superintendente do palácio em Tirza; o rei estava já embriagado quando Zimri simplesmente entrou, feriu-o e matou-o. (Isto ocorreu no vigésimo-sétimo ano do reinado de Asa, de Judá.) Zimri declarou-se a si mesmo o novo rei de Israel.
11-14 Imediatamente matou toda a família real anterior, sem deixar em vida um só elemento masculino, criança que fosse. Destruiu mesmo os familiares mais afastados e os amigos do rei. Esta destruição dos descendentes de Basha correspondia ao que o Senhor tinha predito por intermédio do profeta Jeú. A tragédia ocorreu por causa dos pecados de Basha e do seu filho Elá; porque foram eles quem levou Israel à idolatria e o Senhor ficou muito irado com isso. O resto da história do reinado de Elá está escrito nas Crónicas dos Reis de Israel.

Zimri é rei de Israel

15-20 Mas Zimri apenas ficou no poder sete dias; porque quando as tropas de Israel, que estavam a atacar a cidade filistéia de Gibetom, souberam que Zimri tinha assassinado o rei, decidiram eleger o general Omri, comandante das forças militares, como rei. Então Omri levou o exército, desde Gibetom, a atacar Tirza, capital de Israel. Ao ver a cidade tomada, Zimri foi para o palácio, incendiou-o e morreu entre as chamas. Porque ele também tinha pecado à semelhança de Jeroboão, prestando culto a ídolos e levando o povo a pecar com ele. O resto dos acontecimentos de Zimri, e a sua traição, estão narrados nas Crónicas dos Reis de Israel.

Omri é rei de Israel

21-22 Mas agora o próprio reino de Israel estava dividido em dois; metade era leal ao general Omri e outra metade seguia Tibni, filho de Ginate. Contudo o general foi vitorioso e matou Tibni; Omri passou a reinar sem oposição.
23-28 O rei Asa de Judá tinha estado sobre o trono trinta e um anos quando Omri começou o seu reinado sobre Israel, o qual durou doze anos, seis dos quais em Tirza. Omri comprou a colina, agora conhecida por Samaria, ao seu proprietário Semer, por setenta quilos de prata, e construiu nela uma cidade, chamando-lhe Samaria em honra do seu proprietário Semer. Omri foi pior do que qualquer dos reis que o precederam; prestou culto aos ídolos tal como Jeroboão e levou Israel ao mesmo pecado. Deus ficou por isso muito irado. O resto da história de Omri está relatado nas Crónicas dos Reis de Israel. Omri morreu e foi enterrado em Samaria; seu filho Acabe reinou em seu lugar.

Acabe torna-se rei de Israel

29-33 O rei Asa de Judá tinha estado sobre o trono trinta e oito anos quando Acabe se tornou rei de Israel; Acabe reinou vinte e dois anos. Mas foi pior ainda do que o seu pai Omri e do que qualquer outro rei de Israel! Como se isso não bastasse, casou com Jezabel, filha do rei Etbaal, rei dos sidónios; e então iniciou o culto a Baal. Começou por construir um templo e um altar a esse deus em Samaria. Depois fez outros ídolos e acendeu ainda mais a ira do Senhor Deus de Israel do que qualquer dos outros reis de Israel antes dele.
34 (Foi durante o seu reinado que Hiel, um homem de Betel, reconstruiu Jericó. Quando pôs os alicerces, morreu-lhe o filho mais velho, Abirão. Quando completou as construções e pôs as portas à povoação, faleceu-lhe o filho mais novo, Segube. Porque tinha sido esta a maldição do Senhor sobre Jericó, declarada por Josué, filho de Num. )
© 2016 ERF Medien